O que posso dizer quanto ao Programa Ciência sem fronteiras é que esta sendo muito importante e proveitoso para complementar minha formação acadêmica da Unibratec. A experiência de estudar em uma Universidade estrangeira, morar em outro país e ter contato com outra cultura é imensurável.

Esta é a terceira vez que venho a Alemanha como bolsista para estudar. A primeira vez foi em 2004 quando ganhei uma bolsa de estudos do Goethe-Institut / CCBA (Centro Cultural Brasil-Alemanha) para estudar alemão na cidade de Berlin durante 2 meses. A segunda vez foi em 2009 quando ganhei uma bolsa do DAAD com duração de 2 meses para o "Winterkurs" - curso de Inverno - na Universidade Duisburg-Essen.
Desta forma, as anteriores vindas e a atual experiência na Alemanha para mim são extremamente positivas, porque conheço novas pessoas, aprendo algo novo todos os dias, conheço novas cidades, são vivencias que levarei por toda minha vida.

A Universidade, na qual estou matriculado, é ótima, possui excelentes corpo docente e estrutura (laboratórios, biblioteca, refeitório, etc). O Campus fica localizado em uma pequena cidade chamada Furtwangen de pouco mais de 10 mil habitantes, que está localizada na floresta negra a aprox. 25 km da cidade de Freiburg, no sul da Alemanha. Atualmente estou de férias e retornarei às aulas apenas em setembro, porém neste mês eu e mais outros brasileiros também bolsistas do CsF fazemos um curso intensivo de Alemão.

No ultimo semestre cursei disciplinas interessantes como a de TI - Sustainable. Esta disciplina ampliou meu conhecimento a cerca de como tornar a área de Tecnologia sustentável, priorizando, assim, o desenvolvimento de tecnologia e anulando ou diminuindo o impacto negativo sobre o meio ambiente. Para mim foi uma disciplina muito boa, porque trata de questões bastante atuais, para as quais necessitamos urgentemente aumentar nosso conhecimento.

Desde o inicio a Universidade através do departamento Internacional me deu total apoio, tanto para conseguir um alojamento, como me ajuda com assuntos burocráticos, por exemplo, tirar visto, abrir conta bancária, etc., além disto, ele promove e organiza excursões para outras cidades, a teatros, etc. Tudo isto contribuiu para a minha rápida adaptação a vida aqui.

O próximo passo é, após terminar a graduação na Uibratec, me preparar para fazer uma pós-graduação e depois me candidatar a uma outra bolsa pelo mesmo programa, uma vez que, pelo que li em reportagens, na próxima etapa do CsF os ex-bolsistas terão prioridade para as novas chamadas de pós-graduação.

Forte abraço und ein wunderschönes Wochenende, (e um ótimo fim de semana)

Anderson Lopes

 

Anderson Lopes, Participou do Programa Csf na Alemanha